Porque nos Importamos

Importar-se com um clima seguro é importar-se com as comunidades pobres

As pessoas mais pobres são prejudicadas primeiro e mais severamente pelas alterações climáticas. Por amor ao próximo, podemos trabalhar em prol de um mundo mais justo e sustentável para todos.

A esta altura, é impossível ignorar a mudança climática. Isto é uma realidade especialmente para aqueles que vivem na pobreza. Os países mais pobres estão experimentando como o clima está mudando e como as pessoas estão sofrendo. As secas e as ondas de calor passaram a apresentar temperaturas mais elevadas e se tornaram mais intensas. Os agricultores enfrentam dificuldades para cultivar. As inundações e os furacões estão destruindo comunidades. Para muitos, perguntar se a mudança climática realmente está acontecendo não é a pergunta que deve ser feita. A pergunta certa é como interrompê-la e sobreviver à ela.

É diferente para as pessoas entre nós que vivem em lugares mais prósperos. A nossa vida não está à mercê das alterações climáticas. Faz pouca diferença para o que fazemos em nosso escritório, escola ou em casa se estiver chovendo, ventando, fazendo sol, calor ou frio. Quando muito, o clima é um leve inconveniente que atrapalha a nossa caminhada ou o nosso treino depois da escola. É mais fácil ignorarmos a mudança climática, porque ela não nos afeta do mesmo jeito que afeta as pessoas mais vulneráveis ao redor do mundo. Não é porque a mudança climática não representa um problema grande para nós, que ela não significa um problema grande para os outros.

Os furacões nas Filipinas intensificaram-se, matando dezenas de milhares de pessoas apenas nos últimos anos

Recebemos um chamado de Deus para amarmos ao próximo, assim como a nós mesmos. Em Mateus 25, Jesus nos chama para cuidarmos dos enfermos, necessitados e famintos e também dos que precisam de roupas, dos órfãos e oprimidos. Devemos cuidar das pessoas que sofrem. Nós nos importamos com a mudança climática, porque ela causa um impacto em todos nós, especialmente nas pessoas mais pobres e vulneráveis, aqui onde moramos e ao redor do mundo.

Nós nos importamos com a mudança climática e sabemos que podemos fazer algo para responder. Somos a primeira geração a experimentar plenamente os impactos da mudança climática e a última geração que realmente pode fazer algo para responder. A resposta está ao nosso alcance. Temos os recursos e a tecnologia para fazer todas as mudanças necessárias para proteger o nosso planeta e todos os que nele vivem. O que precisamos agora é vontade. Você se comprometerá em proteger o lar que compartilhamos?

Recebemos um chamado de Deus para defendermos a justiça, o próximo e as gerações futuras. Você se juntará a nós?

Comments

comments

Junte-se à campanha