DESERTIFICAÇÃO: SEUS EFEITOS NO MEIO AMBIENTE E AS AÇÕES DO MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE

Principais causas e consequências.

A desertificação é caracterizada como o processo de degradação da terra nas zonas áridas, semiáridas e subúmidas secas, resultantes das atividades humanas ou de fatores naturais (variações climáticas). Esse conceito foi elaborado durante a Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação.

Esse fenômeno afeta, aproximadamente, 60.000 quilômetros quadrados de terras por ano em diversas partes do planeta. As diversas atividades humanas, realizadas de forma insustentável, têm provocado drásticas reduções da vegetação e da capacidade produtiva do solo.

Principais causas responsáveis pela desertificação

– Desmatamento de áreas com vegetação nativa;

– Uso intenso do solo, tanto na agricultura quanto na pecuária;

– Práticas inadequadas de irrigação;

– Mineração.

As principais consequências da desertificação

– Eliminação da cobertura vegetal;

– Redução da biodiversidade;

– Salinização e alcalinização do solo;

– Intensificação do processo erosivo;

– Redução da disponibilidade e da qualidade dos recursos hídricos;

– Diminuição na fertilidade e produtividade do solo;

– Redução das terras agricultáveis;

– Redução da produção agrícola;

– Desenvolvimento de fluxos migratórios.

Comissão Nacional de Combate à Desertificação

Este é um órgão colegiado de caráter consultivo e deliberativo para acompanhar e avaliar as ações de combate à desertificação e mitigação dos efeitos da seca no país.

Dando continuidade ao processo de implementação do Programa de Ação Nacional de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca – PAN Brasil e respeitando os compromissos assumidos com a Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação, o governo do Brasil criou a Comissão Nacional de Combate à Desertificação – CNCD, através do Decreto Presidencial de 21 de julho de 2008, presidida pelo Ministério do Meio Ambiente – MMA.

A CNCD, órgão colegiado de caráter consultivo e deliberativo, é composta por 44 representantes de setores da sociedade civil e dos governos Federal, estaduais e municipais e do setor produtivo relacionados com o tema. Clique aqui para acessar o Decreto de criação da Comissão Nacional de Combate à Desertificação.

 

Com informações do Ministério do Meio Ambiente e Brasil Escola

Comments

comments

Junte-se à campanha

Por favor, acrescente seu nome para receber atualizações por e-mail e fazer parte da campanha!