RENOVAR NOSSO MUNDO

Campanha global reúne no Brasil organizações cristãs para traçarem coletivamente estratégias para sensibilização das Igrejas para o Cuidado com a Criação

Nos dias 02 a 03 de março organizações cristãs e líderes comprometidos com a Teologia da Criação se reuniram para coletivamente desenvolver o foco da Campanha Renovar Nosso Mundo no Brasil. Durante o evento foram discutidas estratégias de sensibilização das igrejas para a formação de cristãs e cristãos comprometidos com a mordomia da criação.

Foram destacadas com grande alegria as grandes campanhas e ações que a Igreja realizou no Brasil e no mundo, como: ECO ‘92, RIO +20, Fóruns Igrejas Ecocidadãs, Fórum Mundial Social (Porto Alegre) , Lausanne – Creation Care Consultations, JPIC: Justiça, Paz e Integridade da Criação, Conference of the Parties (COP-ONU) – Berlin-‘95… Acordo de Paris-‘15,  Bonn-‘17 , Accra (Ghana) – Community-Based Adaptation to Climate Change: Scaling it Up, Seasons of Creation – Tempo da Criação, Conferência Missionária Mundial, Edinburgh 1910-2010 , VII Encontro Nacional da RENAS, Manaus-AM, 2012 , 3º Fórum de Missão Urbana, Camaçari-BA, nov/17, dentre muitos outros.

Durante o encontro o grupo refletiu sobre os problemas contemporâneos que acometem nosso  planeta, focando especialmente nas pautas relacionadas a mudanças climáticas e sobre como essa realidade atinge as pessoas mais pobres, que sem dúvida são as que sofrem mais severamente seus impactos. Problemas de diferentes categorias estavam na pauta, tais como: a crise hídrica, escassez, estiagem, resistência dos sertanejos na convivência com o semiárido, alto índice de contaminação e destruição dos mananciais, rios, lagos, igarapés e oceanos. Também foram debatidos: o modelo econômico capitalista de consumo e descarte, do monopólio, desigualdade no acesso, desmatamento, exploração indevida pelo agronegócio e mineradoras, contaminação do solo com agrotóxicos, destruição de reservas naturais, desrespeito e violação das terras indígenas, quilombolas, desmonte dos marcos legais ambientais e sociais. Todas essas questões apontam para o fato de que a Terra sofre com o desequilíbrio causado pela ingerência e ganância da Humanidade.

O AMOR DE DEUS POR SUA CRIAÇÃO

O pastor Clemir Fernandes conduziu o grupo a reflexão de Gn 1 e 2, destacando que o sonho de todos nós hoje em dia é morar em um jardim, “A primeira coisa que ensinamos em nossas igrejas, é que Deus é espírito, deixando de destacar que, foi Ele quem criou o nosso jardim, que ficou sujeito à vaidade, não por sua vontade, mas por causa daqueles que a sujeitou. Esperamos a redenção de nossos corpos, mas João nos leva a vislumbrar o Novo Céu e Nova Terra em Apocalipse 21, redenção da Terra. Estamos em inimizade com a criação de Deus, nossa civilização, nossa espiritualidade. Deus ao final de sua obra olhou e viu que tudo era bom, diferente de nós, suas criaturas, que dizemos que o que é bom está no Céu e não aqui. Assim, desvalorizamos a criação de Deus. Para Renovar Nosso Mundo temos que nos reconciliar com Sua criação, temos que fazer um novo Céu e uma nova Terra como no final é a vontade de Deus para seus jardineiros.

Diante deste cenário estarrecedor, voltamos nossos olhos com esperança para o grande Criador, que considerou boa toda a Sua obra e nos designou a responsabilidade de cultivar e guardar o jardim (Gn 1, 2:15). Nossa esperança está em Jesus de Nazaré, Naquele que deixou seu trono no Céu para habitar conosco na Terra. Por meio Dele vislumbramos a descida da Jerusalém Celestial e o encontro entre novos Céus e nova Terra (Ap. 21). I O Criador ama a Terra que criou, ela está nos planos Dele de cuidado e restauração de  Gênesis até Apocalipse.

Em Cristo os seres humanos tornam-se aptos não só a cultivar a comunhão com o Criador, mas também com os seus semelhantes e com a criação da qual fazem parte e que, ainda que venha sendo atingida pelo nosso ‘domínio destrutivo’, continua sendo boa e bela e um dia será plenamente restaurada,” destaca Bebeto Araújo, engenheiro florestal, pastor e membro da Aliança Evangélica no Brasil, em seu artigo “ Quem ama o Criador cuida da criação, publicado no Portal Ultimato.

 

A CAMPANHA NO BRASIL

A campanha Renovar Nosso Mundo no Brasil buscará sensibilizar as igrejas locais para:  pequenas ações práticas; criação de espaços criativos – lúdicos, educativos; troca de informações, diálogos com cultura local; incentivar a troca de experiências; apoio e sensibilização para ações macro: incidência sobre políticas e leis; Ações simultâneas: micro (local), meso (Comitê de Bacias Hidrográficas), macro (CONAMA); mostrar a interligação entre as diversidades – ecossistema; divulgar campanhas em andamento; motivar  experiências singulares como : Economizar água, promover seu reuso em casos como a utilização da água do batismo; promoção do jejum de carbono pela Criação; momento da Criação durante o culto; Teologia da Criação; consumo responsável/consciente; embalagens, descartáveis, coleta seletiva ; produção alternativa, compostagem, horta orgânica; banco de alimentos; reaproveitamento e controle social sobre efetivação da logística reversa garantida pela legislação.

 

ABORDAGEM CONTEXTUALIZADA

 

O tema central que a Campanha abordará no Brasil está relacionado aos  resíduos gerados pelas igrejas, famílias, população e indústrias: Educação + Oração + Ação. A campanha em 2018 tem como próximos passos :

 

A Campanha Renovar Nosso Mundo é um chamado para que a Igreja cumpra a sua missão de cuidar e guardar nosso grande jardim, nosso planeta, reafirmando assim a reconciliação de todas as coisas. Acreditamos que a Igreja Brasileira se una neste tempo para esta missão, pois concordamos que “nada na vida se faz só, apenas no coletivo somos capazes de reverter as mazelas do mundo” (Symony dos Anjos, AIPRAL).“Renove o nosso mundo. Juntos, começando aqui!” (Tânia Wutzki, coordenadora FEPAS).

Comments

comments

Junte-se à campanha

Por favor, acrescente seu nome para receber atualizações por e-mail e fazer parte da campanha!