Como se tornar uma igreja mais responsável ecologicamente

Cuidar da criação de Deus faz parte da missão da Igreja

O cuidado com o meio ambiente – criação de Deus – está cada vez mais no centro dos debates. Longe de ser um tema que está apenas em alta, preservar o meio ambiente é um assunto que requer atenção, seriedade, reflexão e ação. Afim de ajudar igrejas locais a refletir e agir como bons mordomos da criação de Deus, listamos abaixo várias dicas e orientações que podem auxiliar comunidades de fé que desejam se tornar mais responsáveis ecologicamente.

Desperdício

  • Evite qualquer forma de desperdício.
  • Destine tudo o que for possível para a reciclagem (embalagens de alumínio, aço, vidro, papelão, longa vida e de plástico). Se em sua cidade não há coleta seletiva de lixo, procure uma cooperativa de catadores de lixo ou tente organizar uma.

Papel

  • Use papel reciclado (inclusive para fotocópias).
  • Use os dois lados de todas as folhas de papel (inclusive para fotocópias).
  • Guarde papel que possa ser reutilizado, por exemplo, como bloco de anotações.
  • Assegure que todo tipo de papel seja separado para reciclagem.
  • Sempre que possível, coloque memorandos em quadro de avisos em vez de distribuí-los individualmente.
  • Use e-mail ou telefone nas comunicações internas e externas. Evite imprimir mensagens.
  • Use envelopes reciclados ou envelopes de papel-manilha em vez de envelopes brancos, que usam mais produtos químicos no processo de branqueamento.
  • Abra os envelopes cuidadosamente para reutilizá-los depois.
  • Procure usar papel higiênico feito de fibra reciclada.

Outros materiais

  • Utilize copos, talheres e pratos feitos de materiais seguros para o meio ambiente, por exemplo, vidros e metais. Evite pratos plásticos e descartáveis (quando não for possível, procure usar aqueles que sejam recicláveis ou biodegradáveis).
  • Ao fazer compras, evite as sacolas plásticas. Leve suas próprias sacolas ou caixas, ou peça caixas de papelão no supermercado para transportar seus mantimentos.
  • Quando precisar comprar um móvel ou eletrodoméstico, procure comprá-los usados e passe adiante os itens de que você não precisa mais.

Energia e poluição

  • Procure utilizar fonte de energia renovável, como, por exemplo, energia solar.
  • Ao comprar eletrodomésticos, considere a eficiência energética do aparelho e prefira aqueles que têm o selo PROCEL.
  • Procure consertar e melhorar a qualidade dos eletrodomésticos em vez de substituí-los.
  • Desligue todos os eletrodomésticos que não estiverem em uso (inclusive lâmpadas, máquinas de fotocópia e computadores).
  • Procure trocar as lâmpadas comuns pelas de baixo consumo de energia e mantenha-as apagadas enquanto a luz do dia for suficiente.
  • Procure usar o gás para o aquecimento de água, pois ele tem mais eficiência energética do que a eletricidade.

Transporte

  • Reduza o uso do carro — ande a pé, de bicicleta ou transporte público sempre que possível.
  • Quando planejar reuniões e eventos, considere a possibilidade de compartilhar o carro e usar transporte coletivo.
  • É possível incentivar o uso de bicicleta providenciando um estacionamento coberto e seguro para elas. Promova essa mudança em sua igreja.
  • Verifique a emissão de gases ao comprar veículos.

Água

  • Ajuste a pressão da água para que seja suficiente sem ser excessiva.
  • Utilize torneiras de pressão com fechamento automático.
  • Conserte qualquer vazamento rapidamente.
  • Utilize vasos sanitários que tenham sua própria caixa d’água.
  • Recolha e reutilize a água (da chuva, do enxágue da máquina de lavar) sempre que possível.
  • Utilize somente produtos de limpeza que sejam biodegradáveis e seguros para o ambiente. Evite alvejantes à base de cloro, detergentes à base de fosfato e qualquer produto de limpeza que não seja 100% biodegradável.
  • Tente usar menos produtos de limpeza — todos eles provocam algum tipo de impacto. Para uma boa limpeza, bastam água, sabão biodegradável, vinagre e álcool.

Jardins

  • Procure ter jardins em casa ou jardineiras em seu apartamento.
  • Evite usar herbicidas/pesticidas.
  • Utilize o lixo orgânico do jardim para adubo orgânico.

Compras

  • Dê preferência a produtos do Comércio Solidário.
  • Verifique se os estágios de produção das mercadorias são considerados juntamente com o impacto que podem causar no meio ambiente e na população.
  • Prefira produtos de longa duração.
  • Leve em conta a energia usada para fabricar e entregar suas compras. Por exemplo, o leite entregue regularmente pelo leiteiro.
  • Dê preferência aos produtos locais.
  • Evite produtos feitos de madeira de lei ou verifique se são certificados.
  • Examine os rótulos dos alimentos para verificar quais aditivos são utilizados e se o produto é geneticamente modificado.
  • Evite comer carne diariamente. Faça receitas vegetarianas alternativas.
  • Verifique se seu banco tem uma política ética reconhecida.

Nota: Extraído do livro “Jesus e a Terra: A Ética Ambiental nos Evangelhos”, de James Jones, editora Ultimato. Reproduzido com permissão.

Comments

comments

Junte-se à campanha

Por favor, acrescente seu nome para receber atualizações por e-mail e fazer parte da campanha!