Renovar Nosso Mundo ajuda supermercado universitário a diminuir o uso de sacolas plásticas

O projeto está sendo bem recebido pelos clientes e repercutindo em toda a universidade, por isso a equipe do projeto já procura ideias para expandir as ações

O lixo produzido nos centros urbanos é de uma proporção gigantesca. Mesmo que alguns resíduos sejam descartados em menor quantidade no meio ambiente, se comparados aos materiais orgânicos e de papel, os maiores tipos de resíduos que vão parar no lixo, o plástico ainda é um dos que mais poluem. O seu tempo de decomposição pode ser de até 450 anos.

Com essa preocupação foi que Eliézer Gomes Camargo, engenheiro agrônomo e integrante do Grupo de Trabalho de Resíduos da Campanha Renovar Nosso Mundo, procurou a Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, para discutir o consumo das sacolas plásticas no campus. A instituição possui um supermercado universitário que chega a distribuir mais 800 mil sacolas por ano.

Em uma conversa com a direção, Eliézer propôs a implementação de um projeto de incentivo ao uso das sacolas retornáveis com o objetivo reduzir o uso das sacolas plásticas. Foi aí que o supermercado criou um caixa ecológico. Além de contribuir para a preservação do meio ambiente, os clientes que aderem à sacola reutilizável concorrem a prêmios pela escolha ecológica.

O projeto está sendo bem recebido pelos clientes e repercutindo em toda a universidade, por isso a equipe do projeto já procura ideias para expandir as ações. “Temos muitas ideias, muitas coisas que podem ser feitas, mas a gente acredita que assim que a campanha for ganhando visibilidade possa ser aumentada a quantidade de caixas ecológicos para, de fato, diminuir o fornecimento das sacolas plásticas”, afirmou Eliézer, que acredita que essa é uma forma de promover os valores do Reino fora da igreja, em meio a sociedade.

Um grupo de senhoras de uma associação da cidade, preocupadas e dispostas a apoiar a causa, comprou a ideia do projeto e irá produzir cerca de 100 sacolas personalizadas para o caixa ecológico. Esse é um passo importante para a campanha que procura engajar igrejas, instituições e pessoas dispostas a trabalhar em prol da causa.

A maior parte do grupo é de avós, como é o caso da Dona Bete, que foi impactada pela campanha e assim como as demais está empolgada com a proposta de contribuir com um futuro melhor para as suas futuras gerações.

Texto de Ray Santana

Edição de Phelipe Reis

Comments

comments

Junte-se à campanha

Por favor, acrescente seu nome para receber atualizações por e-mail e fazer parte da campanha!